Facebook
Facebook

Atividades para crianças, jovens e adultos.

 

Os interessados devem fazer contato com o Professor Ricardo Zymbábwe, pelos telefones (51) 99132-4219 (Claro), (51) 98546-4427 (Oi), (51) 99728-9605 (Vivo) ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Método

 

O Método Suzuki, desenvolvido no Japão, por Schinichi Suzuki, é uma filosofia de ensino que, por meio da música e seus benefícios  - memória, percepção, concentração, raciocínio e sensibilidade -, visa ao desenvolvimento pleno do indivíduo. “Não existe habilidade hereditária, são as condições adequadas que produzem habilidades superiores. O talento deve ser desenvolvido através de vivências e de ambiente musical; ouvir bons discos, ir a concertos e praticar constantemente.” (Suzuki)



Técnica vocal

 

O aprendizado inclui:


Relaxamento corporal, aquecimento vocal e relaxamento do músculo articulador (língua), respiração diafragmática intercostal, vocalização em graus com vogais, semivogais, consoantes ressoadoras, exercícios bilabiais, labiodentais, ressonância gutural, palatal, nasal;


Estudos dos intervalos e escalas maiores e menores;


Estudo do triângulo das vogais e sua importância, impostação, variações timbrais, falsete, vibrato;


Análise de tessitura, divisão das vozes, disfonia, afinação, ataque, altura, intensidade, exercícios de percepção auditiva, dicção (articulação, leituras trava-língua), canto popular, iniciação ao erudito e preparação para provas da OMB.



Violão, guitarra, cavaquinho, baixo, teclado e flauta doce



O aprendizado inclui:


Nomenclatura do instrumento, postura e nomenclatura das mãos, tablaturas e cifras, solos e exercícios práticos, compassos e respectivos ritmos (batidas, dedilhados e arpejos), campos harmônicos, tríades, tétrades, acordes consonantes e dissonantes, repertório popular para harmonia, voz ou solo, escalas diatônicas maiores e menores, pentatônicas, gregas, árabe;


Estudo Completo do Método da OMB (Ordem dos Músicos do Brasil), como partituras (escrita, leitura e solfejo) e demais tópicos referentes às provas práticas e teóricas de admissão à Ordem e iniciação ao Repertório Clássico.



O repertório é sugerido pelo professor, de acordo com os estágios do aluno e este, em determinado momento, passa a participar da montagem do repertório, solicitando músicas de seu gosto pessoal.



Violino



Nomenclatura do instrumento, postura corporal, arco e violino, técnicas de execução: legatto, staccato, pizzicato, repertório folclórico de domínio popular, escalas diatônicas maiores e menores gregas, pentatônicas, árabe, solos e exercícios, método suzuki, teoria e solfejo.



O ensino de violino destina-se aos principiantes, entretanto, o repertório clássico será acrescentado em momento oportuno.



Percussão



Percussão corporal, oral, alternativa, compassos simples e compostos, contratempos, contrapontos e estudo variado dos ritmos, destinado aos mais diversos instrumentos percussivos. Construção de instrumentos.

 

Outras informações na secretaria do Lindóia T.C. e também pelo telefone (51) 3017-4422.